sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Como atuam os Médiuns - Mais um pouco de Leitura Fria (Parte 3)

por Cleiton Heredia

Ainda falando da técnica de Leitura Fria, outro método muito utilizado pelos charlatões é o da "pescaria", também conhecida como "jogar verde".

O médium ou paranormal diz algo vago e sugestivo, como por exemplo:

"Tenho um forte sentimento sobre janeiro aqui".

Se o cliente reagir, positivamente ou negativamente, a próxima jogada do sacana é representar de acordo com a reação. Por exemplo, se a pessoa disser: "Eu nasci em janeiro" ou "minha mãe morreu em janeiro", o vidente de araque dirá algo como:

"Sim, posso ver isso!"

Se a pessoa reagir negativamente, dizendo, por exemplo, "não consigo pensar em nada especial com relação a janeiro", o enrolador apresentará a seguinte saída estratégica:

"Sim, eu vejo que você suprimiu uma lembrança a respeito disso. Você não quer se recordar dela. Algo doloroso em janeiro. Sim, eu sinto isso. É na região lombar [jogando verde] ... ah, agora está no coração [ainda jogando verde] ... humm, parece ser uma dor na cabeça ou no pescoço? [chutando mais que vestibulando desesperado].

Se o cliente não esboçar nenhuma reação, o chutador pode abandonar a área deixando firmemente implantada na mente da vítima que ele realmente "viu" algo, mas que a mencionada supressão mental do evento o impediu de se lembrar do ocorrido.

Porém, se a pessoa der uma resposta positiva a qualquer das tentativas de jogar verde, o espertão dará seqüência à sua embromação com mais um clássico:

"Vejo isso claramente agora!"

Enquanto "joga verde" o especialista na arte da enganação fica bem atento às reações da vítima, tais como: palavras, movimento dos lábios, linguagem corporal, cor da pele, padrões de respiração, dilatação ou contração das pupilas, e outras coisas mais. Com base nestas reações ele sabe se sua isca foi mordida e se está no caminho certo. Na verdade é a vítima que acaba contando tudo sem perceber isto.

Finalizando esta parte quero lhe dizer que se os supostos poderes visionários dos médiuns e paranormais fossem comprovadamente declarados legítimos pela comunidade científica, então o mundo em que vivemos seria muito diferente. Eles substituiriam com muito mais eficácia os agentes secretos e espiões, seriam colocados em postos estratégicos de grande destaque nas empresas e nos governos, assessorariam os juízes nos veredictos dos tribunais de justiça, o mercado financeiro não faria nada sem antes consultá-los, enfim, eles seriam os semideuses neste mundo.

Não lhe parece estranho então que todos estes supostos médiuns e paranormais não consigam sair da obscuridade dos porões onde consultam quase sempre em completo anonimato?

Pense nisto!

Amanhã vou lhes falar sobre um conceito psicológico por traz da Leitura Fria que a torna tão eficaz.

2 comentários:

  1. Postagens assim são interessantes. Eu diria que são de utilidade pública.

    Abraços.

    ResponderExcluir